Solução para Emissão da Segunda Via do RG para uma Guerreira de 90 Anos

Por Ricardo F Ramos, Jornalista Responsável da Gazeta do Pari

É com imensa satisfação que trago à comunidade do Pari a emocionante história da Sra. Odette F Ramos, uma guerreira de 90 anos, que enfrentou desafios para obter a segunda via de seu RG no Poupa Tempo Canindé. Contudo, graças à dedicação e empenho de alguns heróis da nossa sociedade, a situação foi resolvida com sucesso.

Após quatro tentativas sem sucesso do Poupa Tempo Canindé para emitir a segunda via do RG da Sra. Odette, sua família decidiu buscar ajuda adicional. Foi então que o Dr. Marco Aurélio, Delegado do 12º DP, prontamente se dispôs a auxiliar nessa missão. Com sua intermediação, foi possível entrar em contato com o investigador de polícia Marden Mota, chefe dos Investigadores do IIRGD – Instituto de Identificação Ricardo Gumbleton Daunt da Polícia Civil de São Paulo.

A equipe do IIRGD, reconhecendo a importância da demanda e a história de vida da Sra. Odette, abraçou o caso com dedicação e profissionalismo. Após quatro tentativas no poupa tento sem sucesso, eles conseguiram resolver o impasse e emitir a tão aguardada segunda via do RG.

É digno de aplausos o comprometimento e a agilidade demonstrados por toda a equipe do IIRGD. Seu carinho e atendimento especial à Sra. Odette F Ramos, que foi uma das fundadoras da Associação de Amigos de Bairro Pari Canindé e do Conseg Pari, demonstram o respeito e a gratidão pela dedicação dela à nossa comunidade ao longo dos anos.

Neste momento, gostaria de agradecer ao Dr. Marco Aurélio, por sua prontidão em ajudar a Sra. Odette em sua busca pela segunda via do RG. Além disso, o reconhecimento vai para todos os profissionais do IIRGD, que entenderam a importância deste caso e dedicaram seus esforços para garantir que nossa querida senhora tivesse sua documentação regularizada.

É fundamental reconhecer que uma sociedade se constrói com ações solidárias e empatia para com o próximo. A história da Sra. Odette F Ramos é um exemplo inspirador de como a união de esforços entre órgãos públicos e a comunidade pode fazer a diferença na vida de uma pessoa.

Que esse caso sirva de exemplo para todos nós, para que possamos lembrar que o verdadeiro jornalismo é dar voz àqueles que precisam, ressaltar o trabalho árduo e digno de nossos heróis anônimos e celebrar cada vitória alcançada em prol do bem comum.

Em nome da Gazeta do Pari, parabenizo a Sra. Odette F Ramos e a equipe do IIRGD pela solução desse desafio. Que essa história inspire mais atos de solidariedade e colaboração em nossa comunidade, fortalecendo os laços que nos unem e tornando o Pari um lugar ainda melhor para se viver.

Ricardo F Ramos
Jornalista Responsável da Gazeta do Pari